contaminacao do solo

Saiba Como Realizar a Remediação de Contaminação do Solo

 Métodos e técnicas imprescindíveis para descontaminar áreas importantes para a vida na Terra

O solo, que é composto por água, é um dos principais meios de vida e sobrevivência do ser humano e demais seres vivos na Terra.

Sua contaminação pode ser determinante para estancar o fluxo de produção de alimentos e fornecimento de serviços como, por exemplo, água e saneamento básico, ferindo, desta forma, direitos dos seres humanos e provocando danos a diversos seres vivos.

Por isso, existem empresas especializadas em descontaminação do solo para garantir a manutenção, a prevenção e a remediação da contaminação. Para realizar este tipo de trabalho é imprescindível que cada profissional saiba como realizar a remediação de contaminação de solo.

Os métodos para que cada um destes especialistas saiba como realizar a remediação de contaminação de solo, pode ser térmico, físico-químico, biológico, processos especiais e ainda de isolamento – de acordo com as características da área e do nível de contaminação.

Saiba como realizar a remediação de contaminação de solo

Quando identificada uma contaminação em uma determinada região, ocorre a prática de alguns métodos no local:

Métodos eletrocinéticos: tecnologias em desenvolvimento que vêm sendo utilizadas para a remediação de solos contaminados. Funcionam na zona saturada e não saturada do solo, sendo aplicáveis a vários compostos orgânicos e inorgânicos.

Eletroosmose: nome dado ao movimento de moléculas de água num meio poroso, através da aplicação de uma corrente elétrica, em direção ao cátodo.

Eletromigração: compreende o transporte de íons, também num meio poroso, sob uma corrente elétrica. A direção de sua movimentação dependerá de sua polaridade.

Estabilização/Solidificação Solidificação ou encapsulamento: técnica que encapsula o rejeito em um sólido monolítico de alta integridade estrutural. O encapsulamento pode ser de finas partículas de rejeito ou até de grandes blocos de contaminantes. A solidificação não necessariamente envolve a interação química entre o rejeito e os agentes solidificantes, mas pode mecanicamente tornar o rejeito monolítico. Este método tem potencial de uso na redução do poder de contaminação por hidrocarbonetos e metais pesados, porém ainda não possui tecnologia nacional capacitada para seu emprego correto. Isso deve-se basicamente devido à falta de consenso entre a comunidade geotécnica no que se refere a sua metodologia de aplicação.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *